Resenha: God Of War (Matthew Stover e Robert E. Vaderman)

capa GOW

Oi pessoal! hoje o post será rapidinho, apenas para não passar em branco a leitura de um livro que comecei em Dezembro e só finalizei em Janeiro desse ano.

Quem está acostumado com o universo dos games com certeza já ouviu ou já jogou o jogo God Of War. Baseado na mitologia grega, conta a trajetória do guerreiro Kratos, servo dos deuses do Olimpo. Atormentado pelos pesadelos do passado ele apenas busca por sua liberdade, acaba finalmente aceitando o maior dos desafios já enfrentados por ele. Mas negar o pedido dos deuses não é uma opção. Ele então aceita a oferta de aniquilar de uma vez por todas Ares, o deus da Guerra.

Confesso que o jogo foi o primeiro contato que tive com essa série. A história em si já começa de forma bem sangrenta, mostrando pra o que veio. Kratos têm inicialmente duas cartas nas mangas, às mortíferas Lâminas do Caos e sua mentora (do bem/do mal) a deusa Athena. No jogo assim como no livro Kratos peleja para realmente alcançar sua vingança e isso faz dele um guerreiro que dificilmente irá se deixar abater. Kratos precisará encontrar uma relíquia para assassinar Ares e esta será uma aventura que o levará ao templo misterioso criado pelo titã Cronos.

Kratos contará com suas habilidades para enfrentar um batalhão de inimigos e criaturas ardilosas como as harpias, medusas, minotauros, centauros, hidras, entre outros seres mitológicos. Além de claro, alguns deuses gregos que seria mais ou menos uma forma de receber algumas recompensas que podem ser de armas a serem agregadas ao conjunto de sua vestimenta ou outros itens essências para sua sobrevivência. Entre esse deuses temos a própria Athena, o temível deus da guerra Ares, Poseidon, e o maior de todos, Zeus. 

GodOfWar

O livro nada mais é que uma forma de se ter todo o trajeto trilhado por Kratos em forma documental.  Perceber que a trama de deuses com informações detalhadas com adição de novos personagens. O livro é interessante pelo fator memória. Realmente confesso que o jogo fez parte de uma temporada bem legal da minha vida. O livro veio mais como saudosismo daquele bom tempo! O livro foi lançado no Brasil pela editora Leya e possui 384 páginas, a tradução de Flávia Gasi está bem amarrada no que tange a ideia original, além de conhecer a fundo o jogo. Há, existe também o segundo livro da série escrito pela mesma dupla de escritores!

Obrigado por essa breve leitura e até mais!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s