Resenha: Crime e Castigo (Fiódor Dostoiévski)

capaO objetivo da resenha não é em hipótese alguma a de querer propor aqui uma resenha crítica mirabolante e acadêmica. Crime e Castigo é considerado por muitos, um dos maiores romances da história e tem como característica o fato de ser um livro que reproduz a angústia psicológica de um personagem que desde o início está fadado a ser um assassino. De posse disso, verificamos desde o início da leitura o estilo inconfundível Dostoiévski que nos lança a pensamentos e dúvidas sobre o caráter de cada personagem. Toda a trama permeia a história de Raskólnikov, estudante que vive de aluguel em um pequeno apartamento, pertencente a uma senhora. Estudante, Raskólnikov sobrevive com o pouco que ganha fazendo pequenas traduções, vivendo assim à beira da miséria.

Jovem e com problemas internos de comportamento neurótico e introspectivo, abandona os estudos e dentro deste pequeno vão de quarto formula algumas teses que propõe que homens com César e Napoleão foram responsáveis por milhares de mortes, entretanto, foram considerados pela história como grandes heróis e conquistadores. Partindo desse princípio ele se questiona: Se Napoleão matou milhares e foi absolvido pela história, não seria interessante matar a velha que vivia do dinheiro do aluguel e juros? E com isso, não estaria ele fazendo um bem à humanidade?

Raskólnikov passa a ter diariamente momentos de inconstâncias mentais, de angustias vividas pelo personagem e por que não angustia nossa como leitor? Surge então o momento em que Raskólnikov se prepara para matar a velha, passo a passo. E o autor descreve minúcias dessa passagem, levando o leitor ao espetáculo cruel praticado pelo nosso personagem. Após este crime o jovem Raskólnikov esconde todas as provas e ninguém passa a sabe que ele matou a velha senhora. Acredito que para ele seria muito mais fácil ser julgado por ter matado milhares de pessoas do que ser apontando por um único e brutal assassinato. E isto faz com que Raskólnikov se corroa por dentro.

Ele agora quer ser punido, mesmo sabendo que para a polícia ele não é o principal suspeito e no momento em que ele vai ser interrogado pelo juiz Porfiri Pietróvitch, o jogo muda de figura. Ele se vê diante de um grande jogador. E resolve brincar de todas as maneiras para despistar seu algoz. Diante do seu interrogatório, Raskólnikov é sumariamente sabatinado por perguntas que leva ele a desconfiar de que o juiz sabe realmente que ele era o autor do crime. Todo esse sentimento de prazer e de grandeza ferve dentro dele, ser confrontado e ele sente um misto prazer e medo em ser mais esperto do que Porfiri, pelo menos no primeiro instante.

fiodor-dostoievski-800x445Mas como em todo tipo de jogo temos as reviravoltas, nos interrogatórios Raskólnikov acaba percebendo que não está tão bem no controle. Já de posse da certeza sobre o verdadeiro assassino, o juiz Porfiri tenta fazer um jogo psicológico com Raskólnikov para ver se ele confessa. O livro é sem dúvida uma obra prima de qualidade indiscutível. Raskólnikov encontra o amor pela primeira vez na vida. Sônia é uma prostituta miserável que tenta através do seu amor levar ao personagem um pouco de calma dentre o turbilhão de emoções vividas pelo personagem. Ele confessa par a Sônia que foi o autor do crime. Claro que a leitura feita com teor acadêmico revela dentro da obra, níveis aprofundados de todos os elementos que Dostoiévski de forma sublime fez questão de tratar. Ele também nos presenteia com um desfecho muito surpreendente que vale a pena conferir.

Obrigado por mais uma leitura e se ainda não leu esta obra, vale a pena conferir. Até a próxima!!

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s