Resenha: Clarice, (Benjamim Moser)

livroHoje falaremos sobre o livro Clarice, (Clarice vírgula) do escritor Benjamim Moser. Moser conta a trajetória de Clarice Lispector e a vinda de sua família para o Brasil em meados de Março de 1920. Clarice nasceu na Ucrânia, terra de seus pais, numa aldeia chamada Tchetchelnik. O mais engraçado de tudo é que os pais de Clarice estavam imigrando para o Brasil quando no meio do caminho lá mesmo na Ucrânia eles tiveram que parar nesta pequena aldeia para que a mãe de Clarice pudesse dar a luz a ela e só assim prosseguir com a viagem. A pequena Clarice chegou ao Brasil com seus pais e suas duas irmãs, tendo Clarice apenas dois meses de idade.

Nascida numa tradicional família judaica da Rússia que perdeu suas rendas com a Guerra Civil Russa, a família de Clarice como várias outras é forçada a emigrar em decorrência da perseguição que estava acontecendo aos judeus. Inicialmente chegando ao Brasil estabeleceram-se em Maceió. O pai tornou-se um pequeno Mascate, comprando roupas velhas e usadas em áreas carentes para revendê-las aos comerciantes da cidade e nas horas vagas dava aulas de hebraico para alguns vizinhos.  Mudou-se para Recife, onde Clarice cresceu e aos oito anos perdeu sua Mãe.

clariceAos 14 anos mudou-se para o Rio de Janeiro com a família onde começou a gostar e sonhar com a vida de escritora e várias vezes lia diferentes títulos gerando em sua cabeça confusões que ela mesma não compreendia. Após o término do ginásio, ingressou numa escola preparatória para a Faculdade de Direito da Universidade do Rio de Janeiro. Clarice desiste do Curso de Direito e tenta Jornalismo apesar de naquela época as dificuldades da profissão a classe feminina eram bem maiores do que os dias atuais. Clarice iniciou sua carreira de jornalista e trabalhou em diversos lugares sem deixar é claro a sua carreira de escritora de lado.

Clarice fez diversos amigos dentro da vida jornalística e em sua vida como escritora. Casou-se com Maury Gurgel Valente em 23 de Janeiro de 1943 e então colega universitário de direito. Clarice, dona de casa e escritora vive dois caminhos, existindo dentro dela conflitos que nem ela conseguira entender. Moser deixa especificado que muitas vezes Clarice se autoquestionava sobre como proceder dentro da sua vida amorosa, sua eterna solidão, seus livros e o que o futuro lhe guardava.

foto-clariceO livro traz um panorama quase visceral do que foi a vida de Clarice. O autor remonta passagens que faz o leitor ter muito mais vontade de conhecer sobre a vida e a obra de Clarice Lispector. Vivemos através de vários relatos as dores e as angustias de uma mãe que tinha problemas com seu filho e que num momento de pura solidão e alcoolismo vê seu corpo queimado decorrente de suas crises depressivas.

O livro é mais que recomendado. O que foi descrito aqui não chega nem próximo o quão bom é o material. Desculpem a demora com a postagem e espero que tenham gostado.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s