Resenha: João e Maria (Neil Gaiman e Lorenzo Mattotti)

Joao-e-maria-neil-gaiman-1024x1445Oi galera este mês o tempo para leitura foi meio apertado, mas ainda consegui livrar um pouco a semana do carnaval que deu para eu alongar um pouco mais o tempo para ler. Como todos sabem este período foi dedicado a Maratona skindô-Skindô de autoria da sensacional Tatiana Feltrin (TLT), onde o objetivo seria ler uma certa quantidade de livros, mangás ou Hq’s no período do Carnaval. E os livros que incluí na maratona e os quais eu realmente consegui finalizar foram: João e Maria, Só por hoje e para sempre (Renato Russo), Ressurreição (Machado de Assis), Hellsing (kohta Hirano) e Tintin na América (Hergé).

Hoje estou resenhando o João e Maria um clássico da literatura infantil que ganhou pelo mundo diversas adaptações. Neil Gaiman entra em parceria com o ilustrador Lorenzo Mattotti e traz para esta adaptação um lado mais pesado e sombrio deste clássico que embora traga a mesma narrativa e mesmo fio condutor de outra tantas mil adaptações à aventura dos dois irmãos, que são obrigados a dividir o seio de uma floresta repleta de perigos e que vivendo em tempos de crise financeira, são abandonados pelos próprios pais. Gaiman traz para o conto não só um texto profundo, mas também recria o mundo imaginário que cerca a imaginação não só da criança, mas do adulto também.

O período vivido era um período de guerra, onde a escassez de comida estava no auge e a situação para muitas famílias que trabalhavam no campo não eram a das melhores inclusive para a família de João e Maria. A guerra havia chegado e com ela a fome e na tentativa desenfreada de conseguir alimento para sua família que num ato de desespero escuta a sugestão de sua mulher para levar seus dois filhos para o meio da floresta e abandoná-los lá, para não ter que alimentá-los mais. Pressentindo algo estranho João foi deixando ao longo do percurso pequenas pedrinhas sem deixar é claro que o pai percebesse. O pai com o coração partido, mas sem querer desobedecer à esposa voltou para casa e com algumas horas para a surpresa do casal João e Maria conseguiram retornar para casa.

Sem saber como as crianças conseguiram retornar para a casa os pais, passando alguns dias, fizeram outro plano para leva-los novamente para a floresta. Só que dessa vez João não conseguiu reunir a tempo novas pedrinhas e o último pão que a mãe deu a eles serviria para voltarem novamente para casa. João só não contava com um pequeno problema. Os passaram comeram todos os pedaços de pão que ele havia deixado pelo trajeto percorrido e dessa vez eles não tiveram como voltar.

Eles andaram por várias horas até que quando já estavam desistindo sentiram um agradável cheirinho de pão de mel. E estarrecidos, chegaram a uma enorme casa feita de doces e outras guloseimas. Ao chegarem lá, viram uma doce e solitária velhinha que ofereceu comida e permitiu com que eles ficassem por lá. Para a decepção de João ele ficou preso em uma gaiola e Maria ficou encarregada de fazer todo o trabalho doméstico para a velha senhora. Os irmãos ficaram sabendo pela própria velhinha que ela já havia prendido inúmeros andarilhos (afinal como já havia contado, tudo estava em falta e carne era uma coisa rara naquele período de guerra), e quando eles ficavam bem gordinhos eles viravam alimentos para ela.

Com medo de ser a próxima vitima João se alimentava bem com a comida que a velha dava para ele, mas usava um osso que havia encontrado na gaiola toda vez que a velha macabra pedia para ver se ele já estava pronto pra ser devorado. Ela que já estava com a visão afetada, não enxergava muito bem, e para saber ser João estava gordo suficiente apenas apertava o osso o que a fazia pensar que ele ainda estava muito magro.

O desfecho como todos (ou não) sabem é bem legal e não darei mais explicações e informações, pois é basicamente um livro curtinho e bem emocionante. Recomendo que leiam, mesmo que não comprem é um exemplar que a leitura é relâmpago, leiam na livraria mesmo! Obrigado galera!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s