Resenha: Hora Zero (Agatha Christie)

capa

Novembro foi para o blog um mês muito especial, tivemos várias leituras e a Maratona Agatha Christie. Do que se trata esta maratona? Eu escolhi um final de semana aleatório, no caso os dias 14 e 15 de Novembro, e decidi ler três clássicos da autora: Hora zero, A aventura do Pudim de Natal e A casa do penhasco.

Seguindo a ordem cronológica, Hora Zero foi o primeiro livro da maratona e o primeiro a ter resenha no blog. Em seguida faremos as resenhas dos outros, ok? Assim como quase toda a obra de Agatha Christie, este primeiro livro é bem amarrado, segue o gênero romance policial, e a autora nos apresenta mais um crime, e como todo bom crime, um assassino a ser descoberto. Um dos crimes acontece em uma residência onde uma das vítimas é a própria dona. O superintendente Battle, que é responsável pela a investigação encontra mais um corpo, dessa vez o corpo é de um advogado que estava descobrindo pistas do primeiro assassinato.

Lady Camila Tressillian recebe seus convidados em sua mansão que fica em Gull’s Point. Sr. Nevile Strange, sua nova mulher Kay e sua primeira mulher Audrey, também são convidados de Lady Tressillian. Ambos se perguntam por que Nevile se separou se sua ex-esposa? E quais são as suspeitas que Kay tem com Audrey? Qual teria sido a proposta daquela noite para unir numa mesma casa pessoas do passado? Lady Tressillian não tinha parentes próximos, mas vários parentes distantes a estão visitando. Surge o momento em que Lady Tressillian a anfitriã da mansão, que vivia em paz com sua secretária, Mary Aldin, aparece morta.

Mr. Treves, um advogado gentil, também convidado de Lady Tressillian em uma das conversas com alguns convidados começa a falar de crianças assassinas e de crianças que matam umas às outras. Ele aparece morto, suspeito de ter um ataque cardíaco. Quem, entre os convidados poderia ter sido responsável pelo “acidente” que causou a morte de Treves? Entra em cena o superintendente Battle, da Scotland Yard, que com a ajuda de seu sobrinho e inspetor James Leach e dispondo de cinco dados coerentes, mas que não revelam o culpado, busca a solução do mistério.

Este trecho do diálogo entre o advogado Treves e outro convidado define um pouco o título do livro:

_ Todos se dirigindo para um determinado lugar… E então, quando chegar a hora: o clímax! Hora zero. Sim, todos convergindo para a hora zero… Hora zero _ repetiu ele.

Teve então um pequeno estremecimento.

_ O senhor está com frio. Chegue mais perto da lareira.

_Não, não _ disse o Sr. Treves _ É como se alguém estivesse andando sobre o meu túmulo.

agatha

Repito que todos os livros que li nesta maratona são curtos e facilmente vocês lerão! Segue o link dos outros livros que usei para esta Maratona:

Obrigado por mais uma leitura e até a próxima galera!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s