Universo Hergé – Parte 1

apenas hergé

Como recordar é viver, hoje vamos dar inicio ao universo de um dos genios dos quadrinhos, Georges Prosper Remi (mais conhecido como Hergé). Hergé nasceu em Etterbeek na Bélgica no dia 22 de Maio de 1907. A inspiração para Tintim veio, segundo declarou Hergé, do seu irmão Paul, apesar de que este assunto ainda gera polêmicas até hoje. Poucas pessoas sabem, mas muitos dos principais personagens retratados nas suas histórias eram baseados em pessoas reais e Tintim o personagem de maior destaque nasceu em 1929. Hergé Foi um escritor, artista, e desenhista de banda desenhada ou história em quadrinhos belga francófono. Tornou-se famoso como criador do consagrado e mundialmente conhecido personagem e herói Tintim, em As Aventuras de Tintim, que ele escreveu e ilustrou a partir de 1929 até à sua morte em 1983.

Person. Tintim

Não sei se Hergé gostava de ser comparado, porém ele ainda era classificado no meio profissional como o Walt Disney Europeu. Hergé criou diversos personagens além de Tintim, tais como Jo, Zette e Jocko e também criou Quim e Filipe (Quick et Flupke), dois meninos miúdos que vivem aventuras urbanas. O estilo impecável de Hergé e o soberbo uso de cores levou-o a ser aclamado internacionalmente bastante tempo após a Segunda Grande Guerra, pois com o fim desta guerra, ele passou a ser censurado devido às suas ligações com o Nazismo, especialmente com o líder nazista belga Léon Degrelle.

Personagens com Hergé

Um exemplo bem conhecido foi quando o livro “Tintim no Congo” em sua primeira tiragem foi censurado por retratar os congoleses sofrendo grande preconceito e racismo por parte dos belgas fascistas. Muitos vilões das estórias de Tintim eram também negros, asiáticos, marxistas ou semitas, o que condiz com a visão fascista que Hergé tinha na época. Muitos livros de Tintim, portanto, passaram por “revisões”, procurando fazer a crítica e o público esqueceu o passado de Hergé e do conteúdo lamentável de algumas de suas histórias. Contudo, tais revisões foram recebidas como ridículas por grande parte da crítica e do público, e as alterações caracterizaram-se como tentativa de fraude.

tintin-in-the-congo

Não sei se concordo ou discordo em parte de algumas obras que sofrem adaptações. Ora, se foram criadas em determinada época por qual razão não vê-las dessa forma. Acredito que quando lemos algumas obras literárias temos que enchergar estes problemas (seja ele qual for) com os olhos da época, não cabem a mim ou a ninguém decidir se obra x ou y sofrerar alterações por puro senso de hipocrisia, ou sofrer adaptções para não gerar constragimentos para um futuro leitor. Se realmente for levado ao pé da letra, tenho minha total indignação ao que acontecer com Machado de Assis, Graciliano Ramos e autores de épocas passadas se algum desses textos forem recriados com uma “nova roupagem”.

assin. hergé

A popularidade e a aceitação de sua obra é tão grande que tanto Tintim quanto os de outros personagens criados por Hergé, são lidos em mais de 40 línguas pelo mundo fora. Seu estilo também influenciou a criação de outros personagens mais famosos dos quadrinhos, como (Astérix, Lucky Luke, Blake & Mortimer e muitos outros). Os álbuns com histórias completas são um marco no desenvolvimento de histórias em quadrinhos. Os álbuns de Tintim são de uma precisão incrível, com todos os detalhes minuciosamente cuidados.

 Pois então, gostaram? Semana que vem tem mais Vida e Obra de Hergé!!!

Obrigado e até lá

Um pensamento sobre “Universo Hergé – Parte 1

  1. Pingback: Quando Fevereiro chegar… | APROVEITOPRALER

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s