Resenha HQ: As aventuras de Tintim – O Lótus Azul.

O Lótus Azul

*Tintim e Milu encaram mais uma missão em O Lótus Azul. No último post que fiz sobre As aventuras de Tintim e seu criador Hergé tivemos uma breve introdução sobre o autor e sua criação. Nesta edição Tintim é inserido numa grande batalha para desbaratar uma gang de traficantes de ópio. Em 1934 e 1935 Hergé havia lançado o inicio desta aventura em uma versão em branco e preto, porém a história em sua totalidade fora publicada apenas em 1936 sofrendo com isso alguns ajustes e alterações no texto e desenhos, para só assim então ter sua versão totalmente em cores. Hergé traz elementos culturais com riquíssimos detalhes e mostra um enorme conhecimento geográfico que torna sua HQ extraordinariamente surpreendente. Hergé retrata a realidade de sua época para suas histórias com perfeição, as tensões entre China e Japão, a proliferação do ópio, e como não podia deixar de lado, a luta para combater organizações criminosas. Ele também faz alusões sobre a guerra dos Boxers (1899 – 1900), o massacre de Nanquim (1937), e a guerra Sino-Japonesa que vai do massacre até o final da Segunda Guerra.

O Lótus Azul

O pano de fundo de O Lótus Azul na verdade é a China e o Japão, Tintim está hospedado na Índia na casa de um Marajá de Rawhajpoutalah. Após a visita de um faquir Tintim é alertado para tomar cuidado com determinadas pessoas que estarão ao seu lado em breve. Neste mesmo dia um mensageiro de Xangai é atingindo por uma flecha envenenada que tem o poder de deixar as pessoas ligeiramente loucas, e revela em um “recado um pouco trocado” que Tintim precisa ir para a China. Chegando a Xangai começam os grandes altos e baixos do nosso repórter com pitadas de humor e sarcasmos tão bem representados por Hergé. Munido de algumas informações ele começa a juntar as peças desse quebra-cabeça e tenta interromper a todo custo esta organização criminosa.

Não pretendo descrever mais nada sobre a obra acima citada, pois tornaria minha resenha em um spoiller e não é esse o propósito do blog. Maravilhosamente elaborada O Lótus Azul é de longe uma das melhores histórias do nosso grande autor. (palavra de fã).

Tintim e Hergé

Esta semana teremos mais algumas postagens, espero que tenham gostado e aproveitem pra ler…

*Breve introdução feita sobre As aventuras de Tintim no post “O Ídolo roubado” publicado anteriormente. Segue link:

http://aproveitopraler.blogspot.com.br/2014/10/resenha-hq-as-aventuras-de-tintim-os.html

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s