Tchau Outubro

Goodbye, Outubro e Welcome Novembro.

Hoje finalizo mais um mês de leituras e diversão. Sei que não temos como ler o máximo de livros que gostamos, colocamos no início de cada mês uma sequência a ser cumprida, nem sempre a seguimos, pois no decorrer do caminho nos deparamos com alguma indicação, lançamento ou lembrança de que precisamos ler aquele tal livro esquecido. Continuar lendo

Resenha: Amor Líquido (Título original: Liquid love: on the frailty of human bonds)

Liquid love: on the frailty of human bonds

Abre aspas: “Confesso que este livro não estava em meus planos para este mês, porém por indicação de uma amiga resolvi lê-lo. Não me arrependi nem um pouco! O título em si já é um agente chamativo…” Fecha aspas. Então, não esperem um romance, melodramas ou coisa do gênero! O livro é em sua essência, uma ferramente de questionamentos surpreendente e que depois de analisá-lo outras perguntas virão. Vamos lá então?

Continuar lendo

Resenha: Extraordinário (Título original: Wonder)

Extraordinário - R. J. Palácio

August Pullman é um garoto de 10 anos que nunca frequentou a escola, pois sempre estudou em casa com a ajuda de seus pais. August nasceu com uma deformidade fácil devido a uma alteração conhecida como “Disostose bucomaxilofacial previamente desconhecida, causada pela mutação de um autossomo no gene TCOF1, localizado no cromossomo 5, complicada por uma microssomia hemifacial característica do espectro óculo-aurículo-vertebral”. Complicado né? Não, isso não é fictício e sim, ela existe!

Continuar lendo

Resenha HQ: As aventuras de Tintim – O Lótus Azul.

O Lótus Azul

*Tintim e Milu encaram mais uma missão em O Lótus Azul. No último post que fiz sobre As aventuras de Tintim e seu criador Hergé tivemos uma breve introdução sobre o autor e sua criação. Nesta edição Tintim é inserido numa grande batalha para desbaratar uma gang de traficantes de ópio. Em 1934 e 1935 Hergé havia lançado o inicio desta aventura em uma versão em branco e preto, porém a história em sua totalidade fora publicada apenas em 1936 sofrendo com isso alguns ajustes e alterações no texto e desenhos, para só assim então ter sua versão totalmente em cores. Continuar lendo