Resenha: David Copperfield

Livro: David Copperfield

Esse mês foi produtivo!

Resenha – David Copperfield.


Este basicamente não era um dos livros que eu havia separado para ler neste mês de Setembro. Porém, o selecionei no meu curso de inglês e não me arrependi!

A história se passa na Inglaterra, início do século XIX. David Copperfield é um garoto órfão que foi criado por sua mãe e sua criada Peggotty. Sua mãe se casa com um rude homem chamado Sr. Murdstone que por sinal têm uma irmã tão rude quanto. Após algumas desavenças entre padrasto e enteado, David o morde e por esse motivo é enviado para um colégio interno decadente chamado Salem House onde os garotos eram maltratados pelo Sr. Creakle. Lá ele faz amizade com Tommy Traddles e o aristocrático James Steeforth.

Após sofrer uma complicação no parto, a mãe de David morre e ele é enviado para trabalhar em uma fabrica de vinhos em Londres. Após muito trabalho e muitos problemas David decide fugir e procurar pela última pessoa de sua família, sua tia. Ele a encontra e conta sua triste trajetória e ela o protege e deixa o morar com ela. David começa a estudar e recebe o amor de sua tia e entra para a fase adulta enfrentando alguns dilemas necessários para tornar-se homem. Ele começa a trabalhar e nesse meio tempo se apaixona por duas vezes.

Basicamente a obra é dividida em três partes sendo a primeira a infância de David, a segunda é a sua libertação quando o mesmo vai morar com sua tia e por final a terceira, é quando ele entra para a fase adulta incluindo o profissional e o lado amoroso.

Charles John Huffan Dickens é um celebre autor que trazia a magnitude do cotidiano para suas obras. Nasceu em Landport – Portmouth, Inglaterra. Dickens é ressaltado pela forma magnífica de como ele conseguiu retratar a sociedade inglesa daquela época e um dos mais populares romancistas da era vitoriana. Retratou como poucos uma sociedade cheia de vícios, mazelas e virtudes. Entre seus maiores clássicos estão David Copperfield e Oliver Twist.

O livro utilizado por mim para leitura e composição desta resenha foi publicado em versão original em Inglês de forma mais compactada pela editora Oxford.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s